domingo, 10 de setembro de 2017

Às divisões
 dizem que seguem
naquelas sequelas que visam
ontem antes tardar
  mas antes de tudo dizem
que

   olha
 dizem por aí a transformação daquilo
   o olhar entre costo
  daquilo que chamariam um dia antes
   do entre paço daquilo que poderia um dia ser
não ante olhares da incerteza pré atuada
                dadequilo
  que pode um dia ser na ser-transformação
  da troca do tal
     tal
  tal prometido descumprido - dá
 
 hoje já é de manhã e não acha que nada de fato venera

 a hoje é na verdade
   verde e não é nem dia
não nem tarde, diga

 quando vermelho volta e retoma todo o controle

  sabe hoje não é dia
 hoje é só mais um traço
  das traças que já trançaram tanta trança
    que retido fica naquela oleosidade
   prévicta do não viria
     porquê veio mesmo pra escorrer
   afinal a física tá por aí
   traçando-nos

 hajam nós

 por entre nós
   daquele tipo escoteiro que redonda
  bem encapetado na
     roupa que surge
   e aí, sou lobo?


 lobo desvisto da não opacidade
       , entre danças que nunca
       sê
 mas se assim realizam
    e de repente nada de presa vai e a fora de adverte
  porque, oi, onde estamos.

bom dia,
     afinal,

 quando acordas,
    te alongas.
sim, sim senhora..

terça-feira, 5 de setembro de 2017

enfêche


traço do teu braço
  cintilava rastro
das fagulhas no espaço
  estonteantes
     estrelas sem astros
perdido amasso
   fios vermelhos
nucolchão